Aniquilação: a Ficção Científica em seu melhor

southern-reach

Confesso primeiramente que comecei a ler Aniquilação de Jeff Vandermeer porque vai sair um filme com a Natalie Portman e a Gina Rodriguez em 2017. Em segundo lugar confesso que peguei para ler para atualizar a meta de leitura no goodreads: o livro tem 190 páginas, relativamente curto para o meu padrão usual de leituras de mais de 400 páginas. Eu estava atrasada, e queria voltar a ficar em dia.

Quando comecei a ler Aniquilação no ônibus, não estava esperando ficar com arrepios e não conseguir dormir de noite. Fui sem ler a sinopse, e aqui fica a terceira confissão da minha leitura: comprei o livro porque a capa era bonita. Mas olhem pra elas: elas são lindas! Quem não compraria esse livro? Já sabia que era ficção científica, um gênero que se encontra meio morto se comparado com fantasia hoje em dia, mas era praticamente a única informação que eu tinha antes de abrir o livro.

E que surpresa não foi. A primeira linha temos a narradora, chamada apenas de “Bióloga” por ela mesma, descobrindo um túnel no chão. O interessante é que as suas companheiras consideram isso um túnel, mas ela na verdade só consegue ver uma torre. É o primeiro aspecto interessante do livro. Apesar de jamais ter um nome, é uma personagem tão complexa e interessante, que busca o conhecimento científico de uma forma singela e que traz ao livro uma profundidade e um aspecto humano que pode ser raro dentro de seu gênero.

A partir desse ponto, só há surpresas dentro do livro. A narrativa é simples, narrada pela Bióloga como um diário de bordo da expedição que foi enviada a remota e estranha Área X. A Área X é um lugar cujas bordas são obscuras, e há muito tempo a natureza já voltou a reinar, sem qualquer vestígio de uma presença humana. A expedição da Bióloga é a 12ª enviada para desvendar os mistérios do lugar.

O mais interessante? Quase todas as expedições anteriores tiveram alguma experiência sobrenatural. Na primeira expedição, todos voltaram sem saber exatamente o que dizer do lugar a não ser descrevendo um Éden. Na segunda, todos os membros cometeram suicídio. Na terceira, os membros entram em um tiroteio e todos são mortos. Na décima primeira, os membros aparecem misteriosamente de volta as suas casas, sem nenhuma lembrança da expedição ou de suas vidas anteriores.

O mistério e a atmosfera do livro colaboram muito para o clima da narrativa. É uma história que me deixou assustada, pois o medo vem não de algo assustador (como fantasmas) mas do desconhecido. O que tem lá? O que é que faz essas pessoas agirem assim? A cada página o mistério cresce – alguns membros da equipe agem de forma estranha, o ambiente as afeta e tudo dentro da Área X é estranho. As árvores parecem ter olhos e uma estranha criatura chora de noite de dentro do pântano.

A linguagem, apesar de simples, carrega dentro de si uma atmosfera que é ao mesmo tempo intrigante e arrepiante. As quatro personagens principais – as mulheres da expedição – são bem desenvolvidas ao mesmo tempo em que nenhuma delas é chamada pelo nome, apenas pela função que cumpre dentro da expedição.  As perguntas que circundam a Área X são estranhas, misteriosas, e sempre deixam uma certa impenetrabilidade, como se ninguém fosse jamais capaz de desvendar todos os seus segredos.

Terminei Aniquilação inquieta. É um livro de ficção científica que surpreende até mesmo amantes do gênero. Virei uma página atrás da outra, obcecada em saber o final, obcecada com o que encontramos dentro da Área X. As respostas do livro não são as que se esperam. Nada dentro dele pode ser considerado um clichê. O final é único, surpreendente.

Admito que Aniquilação não é uma leitura para todos. Vandermeer mistura elementos da ficção científica, do terror e do suspense dentro de um livro de poucas páginas. As memórias da bióloga são intercaladas com sua percepção da Área X, e somos levados a acreditar que talvez ela seja a única realmente capaz de compreender essa imensidão verde e indômita.

annihilation-social-only

Primeira imagem liberada do filme, que será lançado em 2017, estrelado por Natalie Portman.

Encontrei no livro o retorno da ficção científica como eu não o via há muito tempo – cheio de perguntas que poderiam ser científicas, mas que na verdade apenas indagam a natureza do próprio ser humano. Ficção científica, em sua grande essência, é isso: desvendar o que é o ser humano, num mundo de natureza e máquinas. É um livro inquietante, que questiona mais do que responde.

Aniquilação venceu o prêmio Nebula de melhor livro em 2014.O final, ambíguo, me deixou ainda mais intrigada com o que acontece depois. O livro consegue resolver boa parte dos mistérios, mas ainda assim deixa aquela sensação de querer mais, de querer saber mais, de desvendar os mistérios, esse impulso de curiosidade que instiga a humanidade como um todo.

Se você está procurando uma nova leitura para intrigar, algo que o deixará pedindo por mais ou até algo que você nunca viu antes, Aniquilação é o lugar perfeito para começar. E ainda faço mais uma recomendação: já compre a trilogia toda de uma vez. Terminei o primeiro quando já  era uma hora da manhã, e me arrependi de não poder ter o próximo imediatamente.

No Brasil,Aniquilação foi publicado em 2014 pela Intrínseca, numa edição maravilhosa, cheia de cores e cuja diagramação deixa qualquer pessoa de bom gosto babando. Os próximos livros da série também já foram publicados.

Laura
meus textos | twitter | goodreads | pinterest
Escritora com um sonho distante de ter um diploma de faculdade. Fã de Hamilton e Star Wars. Lê muito e dorme pouco. Loka de muitas coisas.
Anúncios

Um comentário sobre “Aniquilação: a Ficção Científica em seu melhor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s