5 motivos pra você parar de enrolar e assistir The Get Down

Você deve se lembrar do post sobre The Get Down que teve aqui no blog ano passado, em que a Bia contou um pouco da série e jogou umas problematizações bem interessantes.  Bem, essa série é maravilhosa e precisa de mais atenção, então achamos que um post só não era suficiente; por isso, agora que as duas primeiras partes de The Get Down estão disponíveis na Netflix, eu vim aqui hoje tentar convencer vocês que assistir a essa obra-prima é uma boa ideia.

Untitled-2

Recentemente (dia 7 de abril) a segunda parte de The Get Down finalmente foi liberada, e a internet foi à loucura. Ou teria ido se a Netflix se dedicasse mais em fazer divulgação da série, rs. Bom, mas vou reclamar disso mais pra frente, voltemos para a volta da melhor série que você respeita pras nossas vidas.

Assim que tive um tempinho, sentei na frente da TV e assisti todos os 5 episódios de The Get Down e deixei meu amor por esses personagens encher meu coração. Eu amei a segunda parte do mesmo jeito que amei a primeira? Na verdade, não. Ainda acho a primeira bem melhor, com dramas e desenvolvimentos mais equilibrados (e sem as partes animadas jogadas nos momentos mais wtf possível), mas isso não quer dizer que eu goste menos de The Get Down por isso.

A beleza e impacto dessa série são tantos que você vai terminar de assistir abraçando uma almofada e gritando “NETFLIX, POR FAVOR, RENOVA ISSO”. Depois que você entra no ritmo da série e começa a se apegar aqueles personagens, é bem difícil não amar The Get Down. E sabe o que mais? Você deveria mesmo amar essa série!

Como eu disse (e a Bia também no post dela), a divulgação da série é bem ruinzinha. A Netflix não fala tanto assim da sua obra-prima, pelo menos não tanto quanto fala de suas outras séries (brancas, rs). Bem, a verdade é que isso acontece com outras séries de elenco majoritariamente não-branco deles, como, por exemplo, Chewing Gum (que tem uns momentos estranhos e uns bastante engraçados), Luke Cage (que ainda teve um pouco mais de atenção por ser da Marvel, mas, se comparar com as outras séries de herói, essa teve bem menos) ou Greenleaf (que eu nem sabia da existência até esbarrar sem querer nela). E eu não acho que vai ser muito diferente com Dear White People, que só teve mais atenção quando recebeu vários comentários racistas, mas vamos deixar essa conversa pra outro post.

A questão é: por falta de uma melhor divulgação, muitas pessoas nem se dão ao trabalho de tentar conhecer The Get Down. E se isso não é um erro terrível, eu não sei o que é! Pra tentar abrir seus olhos e fazer você dar aquela famosa chance pra uma das melhores séries da Netflix, vim aqui trazer 5 bons motivos pra amar The Get Down!

Untitled-2.png

1. Um elenco desses, bicho!

Apesar de ainda se achar umas coisas por aí (até na própria Netflix) é bem difícil ver séries desse porte em que a maioria do elenco é composta por atores não-brancos. Todos os personagens importantes de The Get Down são negros ou latinos (ou negros latinos) e pouquíssimos são os brancos que se vê pela série. Claro que isso acontece pela localização de onde se passa a série (Bronx nos anos 70), mas quantas outras produções já não esqueceram que nem todo mundo é branco, não é mesmo? E por isso é tão renovador ver um elenco tão diverso, contando uma história importante pra história dessas pessoas. Sem contar que, no geral, os atores são ótimos e dá gosto de ver essa gente atuando e performando.

2.  Essa montagem, mds!

Esse é uma das minhas coisas favoritas da série (entre as milhões de coisas que eu amo nessa série). Eu particularmente gosto muito de como a série joga umas notícias reais que estavam rolando em Nova York na época e amo mais ainda como eles fazem umas montagens com cenas reais de noticiários, misturando com cenas da série. Melhor ainda é quando eles jogam uns efeitos na cenas de transição pra elas parecerem antigas. É uma coisa pequena, mas que dá todo um toque especial pra The Get Down.

3. I LOVE MYLENE CRUZ

Antes da série começar eu via vários homens no elenco e ficava com um pé atrás, com certo medinho de como iam representar as mulheres na série. E o tapa que eu levei de The Get Down com essas mulheres maravilhosas!!!! Sério, eu amo todas elas, todas minhas filhas, todas precisam ser protegidas e cuidadas. Yolanda, Regina, Mylene, Lydia e até a tia do Zeke e a professora que não aparece tanto assim. TODAS MULHERES INCRÍVEIS E MERECEDORAS DO MEU AMOR! No entanto, vou focar um pouco na rainha de caramelo, Mylene Cruz. Uma jovem que ama cantar mais do que tudo nessa vida, mas que vive sob a repressão constante do seu pai pastor, Mylene tem um desenvolvimento brilhante durante toda a série. Vemos ela crescer, sair do seu casulo e ir atrás dos seus sonhos. É bem fácil entender porque o Zeke tem verdadeira adoração por essa mulher, afinal, QUEM NÃO TEM???? (não responde essa, Shao)

Untitled-3

4. Mó dramão bom!

Se você curte aqueles enredos bem-feitos e que fazem você ficar vidrado na tela, então The Get Down também é pra você! A série não só desenvolve seus personagens lindamente, como também a história, e isso tudo é feito tão maravilhosamente bem que quando você menos percebeu já tá adotando essas pessoas. O bom de ter uma história bem-contada é que as partes dramáticas realmente mexem com você e não fica só aquela coisinha superficial. E, meus amigos, como The Get Down mexe com a gente! Eu chorei logo no primeiro episódio, sou dessas. Tem vários momentos que são de apertar o coração e vários outros que vão fazer sua cara doer de tanto sorrir.

5. SHAOLIN’S THE DJ THAT WE CALL CONDUCTOR

Pode parecer que eu vou dedicar uma parte só pro Shaolin, mas não vai ser dessa vez. Não que o personagem não mereça, é só que ele merece demais e se eu começasse a falar do desenvolvimento do Shao aqui, eu ia acabar escrevendo mil palavras só sobre ele e com lágrimas no teclado. Vamos deixar pra uma próxima.

A quinta coisa que é o top do top de The Get Down são as músicas. É claro que não dá pra falar de uma série como essa sem enaltecer suas músicas. E, meu deus, que trilha sonora maravilhosa! Às vezes você tá assistindo de boa um episódio e seu corpo tá mexendo sem você nem perceber. Sem contar que você vai passar um bom tempo indo ouvir as músicas no Spotify. Sendo esse, de certa forma, o ponto principal da série, podemos dizer que The Get Down acerta e muito na sua proposta.

Untitled-5.png

The Get Down é uma série que se propõe a contar o surgimento do Hip Hop – sem deixar de lado a importância do Disco (amém, Cadilac dançando) – como uma forma de expressão de uma população marginalizada, e que dá voz justamente aos negros (e latinos) para poderem dar vida às suas próprias histórias. Precisa realmente de mais motivos pra correr agora mesmo pra Netflix e assistir essa série incrível?

P.S.: Desculpa os caps, mas foram todos muito necessários.

Sol
meus textos | twitter | skoob | goodreads | filmowEscritora de histórias bregas e especialista em procrastinação. Apaixonada por cultura pop, acredita que toda história tem potencial pra ser uma boa comédia romântica e tá sempre pronta pra indicar uns chás.
Anúncios

2 comentários sobre “5 motivos pra você parar de enrolar e assistir The Get Down

  1. Pingback: 5 motivos pra você parar de enrolar e assistir The Get Down – Purple Talk

  2. Pingback: The Incredible Jessica James: uma delicada comédia dramática | Pavê

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s