Mais indicações de podcasts pra quem ama ficção

Já rolou indicação de podcasts aqui no blog mas, com o último feriado do mês (conta abril mesmo se ele for só dia primeiro de maio, né?) batendo na porta, não tem problema nenhum em indicar mais alguns, né não? Seja pra ouvir no carro ou no ônibus enquanto viaja pro seu destino, pra ouvir em casa ou mesmo pra guardar pra ouvir depois, podcasts novos nunca são demais.

Mas antes de pular pras indicações, fica aqui uma dica que Paulo me passou e que me ajudou muito – o aplicativo pra Android Castbox! O Castbox pode ser baixado lá no Google Play em português direto no seu celular nesse link – ou só procurando o nome dele lá no app da Google. No site oficial deles, em inglês, também tem a opção pra usuários de iOS (mas confesso que não sei se funciona no Brasil mesmo por motivos de: não tenho um iPhone pra testar). O app é gratuito, apesar de ter várias propagandinhas no estilo do Spotify que você pula depois de uns segundos, e, até onde eu testei, tem tudo quanto é tipo de podcast lá. Desde os de ficção, como eu vou indicar aqui no post, até os de jornalismo, negócios, comédia, religião, ciência – e por aí vai. Dá pra baixar os episódios pra ouvir mais tarde e salvar os seus favoritos pra receber notificação de episódio novo também, o que ajuda quem esquece de procurar isso – e não, esse não é um post patrocinado, meu app tá cheio de propagandinha também.

castbox

Agora que eu já dei as #dicas pra te ajudar nessa empreitada, vamos lá pros podcasts (todos em inglês também – ainda não conheço nenhum em português de ficção, quem tem indicação?) que estão na minha listinha de baixados, só esperando o momento certo pra ouvir!

homecoming

Homecoming: Ok, vou ser sincera. Eu fiquei curiosa com Homecoming por um único motivo – Oscar Isaac. O ator responsável por dar vida a Poe Dameron na franquia Star Wars e por ter roubado o coração de metade da internet narra um dos personagens desse thriller psicológico que gira em torno de Heidi Bergman, a responsável por uma empresa que ajuda soldados a se inserirem na vida cotidiana novamente após eventos traumáticos. Walter Cruz, o personagem de Oscar, é um de seus pacientes. A ideia faz lembrar um pouco Limetown, aquele sobre uma cidade que sumiu do mapa e levou consigo quase trezentas pessoas sem deixar rastros, quase dez anos atrás, e promete muita ansiedade até seu episódio final.

Homecoming é produzido pela Gimlet Media e tem seis episódios (!) com uma média de 25 a 30 minutos. Além de Oscar Isaac, narram também Catherine Keener e David Schwimmer.

lifeafter

LifeAfter: Se você gostou do scifi The Message e da premissa romântica de Alice Isn’t Dead, provavelmente vai ficar animado com LifeAfter. O podcast, dos mesmo produtores que nos deram os aliens e suas mensagens encriptadas, acompanha Ross, um funcionário de baixo escalão da FBI que passa seus dias conversando pela Internet com sua esposa Charlie. O único problema? Charlie morreu oito anos atrás. E a tecnologia que Ross usa começa a chamar atenção.

LifeAfter é produzido pelo GE Podcast Theater e possui apenas uma temporada de dez episódios, com uma média de 20 a 30 minutos. Se você não ficou animado com esse resuminho, um bônus: Quem promove o podcast é Neil deGrasse Tyson!

RABBITS

RABBITS: Dos mesmos produtores de TANIS e The Black Tapes vem RABBITS, um documentário de drama. A história acompanha Carly Parker e sua busca pela amiga desaparecida, Yumiko, que acaba levando-a a um jogo misterioso conhecido por (sim, você adivinhou) Rabbits. É claro que os produtores que brincam com demônios e creepypastas não ficariam só nisso, e o tal jogo pode muito bem ser o responsável pela sobrevivência da raça humana e do próprio universo.

RABBITS é da PNWS (Pacific Northwest Stories) e começou em fevereiro de 2017! Ou seja, são apenas quatro episódios até agora, com 50 minutos cada.

starship iris

The Strange Case of Starship Iris: Outra indicação pra quem curte ficção científica é Starship Iris! A data aqui é 2191, dois anos depois dos humanos terem ganho uma guerra contra alienígenas – não sem suas baixas, claro. Violet Liu é uma bióloga na nave Iris, a mesma nave que acabou de explodir, matando consigo todos os outros passageiros. Sem a menor esperança no meio do universo, Violet logo vê uma oportunidade surgir quando a capitã Kay Grisham entra em contato. Mas há mais do que uma chance de sobreviver na oferta da desconhecida mulher.

Starship Iris foi criada pela Procyon Podcast Network, um grupo formado por fãs de podcasts que decidiram fazer suas próprias histórias com personagens de minorias e um time criativo majoritariamente feminino. Além de Starship Iris, que está em andamento e já tem cinco episódios com quase 40 minutos cada, a Procyon também tem mais dois projetos para o futuro próximo, Under Pressure e Station to Station.

Das indicações do último post, vale lembrar que Alice Isn’t Dead recentemente começou a sua segunda temporada, então corre lá ouvir! Tem mais alguma recomendação de podcasts de ficção pra gente? Comenta aqui no post! Quem sabe, no futuro, não sai mais uma listinha de histórias pra gente ouvir?

Emily
meus textos | twitter | instagram | goodreads
Graduada em Letras. Ama monstros e cachorros e, principalmente, lobisomens. Puxa o erre, adora parênteses e quase nunca usa o plural direito.
Anúncios

Um comentário sobre “Mais indicações de podcasts pra quem ama ficção

  1. Pingback: Pra aproveitar a Sexta-Feira Treze | Pavê

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s