Best of Enemies: uma reflexão

best of enemies 5

Best of Enemies (Melhores Inimigos) é um documentário que apresenta dois comentaristas, com ideologias políticas extremamente opostas e que discutem acirradamente a eleição de 1968, sendo disputada por Kennedy e Ronald Reagan.

O documentário nos faz parar para olhar para trás e tentar entender porque hoje a mídia se comporta de uma forma e porque nós agimos com tanta agressividade quando falamos de política seja no bar ou num jantar de família.

A ideia de se ter um programa com debate surgiu quando ABC News passava por maus bocados de audiência, e aproveitando o momento de eleição, foi sugerido a ideia de que acontecesse um debate entre dois comentaristas que tinham sido bastante comentados na comunidade estadunidense. Ambos com a mesma idade, acirravam a discussão muitas vezes partindo para ofensas pessoais. São eles Gore Vidal, defensor da esquerda e William Buckley, defensor da direita.

best of enemies 3

Existia e era muito presente o ódio entre Vidal e Buckley. Os xingamentos que eram profanados ali no estúdio (mesmo que eles tivesse toda a consciência de que estavam num programa nacional  e muitas vezes se divertiam com isso), me fez lembrar de como isso não mudou de lá para cá quando vamos colocar nosso ponto de vista na mesa para que todos ouçam.

Best of Enemies 2

A influência era tanta que Buckley era editor de uma revista conservadora, sendo esta National Review (cuja continha centenas de assinantes), ditando as suas visões e a sua opinião, muitas vezes lutando, inclusive, pró a segregação racial.

Segundo fontes do próprio documentário e alguns críticos afirmam que ambos os comentaristas tinham grande influência na massa afetada. A mídia, que antes era comportada sem ideologias, mostrava todos os lados com transparência. Com toda essa influência, acredita-se que o público que assistia este programa foi aumentando e muitas vezes influenciados com comportamentos ali assistidos. Essa agressividade que parte em poucos minutos para ofensas pessoais faz tão parte do nosso cotidianos, que chega a entender que isso não gera nenhum resultado, tanto que Vidal muitas vezes chega a essa conclusão.

Muitos depoentes do documentário tratam ambos os comentaristas como grande fator para a opinião pública mudar ou ser formada.

‘William F. Buckley Jr. foi o maior debatedor de sua época; Gore Vidal, o maior orador’.

Buckley e Vidal chegaram até concorrer em cargos públicos na política, sendo Vidal candidato a deputado em Nova Yoirk em 1960 e a senador na Califórnia em 1982. Buckley foi candidato a prefeito em Nova York em 1965 e nenhum foi eleito.

Hoje são lembrados por esses debates e como alavancaram a mídia televisiva na época, tempo em que a TV era o único meio confiável.

Luiza meus textos | twitter | skoob | blog pessoal
Amo literatura, filmes de época, escrevo por hobbie e pesquiso porque sou mesmo curiosa. Vivo com a cabeça na lua e sou extremamente sonhadora. Amo ouvir histórias. E meu sonho é contá-las.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s