Gênero, sexo e não-binário: um FAQ.

De uns tempos pra cá, temos visto uma mudança em como as pessoas usam os rótulos pra se expressar. Antes você era gay ou hétero, mas hoje em dia fala-se mais sobre bi e pansexualidade. E não só quando o assunto é orientação sexual nós vemos essa criação de novas formas de expressar coisas que antes não tínhamos como (porque, sejamos honestos, não é que pessoas bi não existissem antigamente, elas simplesmente não tinham essa palavra pra usar e se expressar). E é aí que entram os gêneros não-binários. E aqui eu vou dar uma luz nesse assunto que vem sido bastante comentado nesses últimos tempos. Mas antes, vamos aprender alguns termos essenciais pra esse post: identidade de gênero, expressão de gênero e sexo designado ao nascer. Pra facilitar a explicação, vamos usar o unicórnio do gênero!

https://i1.wp.com/www.transstudent.org/genderunicornport.jpg

Para cego ver: do lado esquerdo da imagem há um unicórnio roxo sobre as duas pernas traseiras, pensando em um arco-íris. Ele apresenta dois corações, um laranja e um vermelho, representando atração sexual e romântica e entre suas pernas aparece um pedaço de DNA. Envolvendo o seu lado esquerdo há bolinhas verdes. Do lado esquerdo há uma lista dividida em cinco. A primeira divisão diz identidade de gênero, representada por um arco-íris, e em baixo há três setas que dizem feminina, masculina e outros gêneros. A segunda divisão diz expressão de gênero, representada pelas bolinhas verde, e em baixo há três setas que também dizem feminina, masculina e outros. A divisão seguinte é a de sexo designado ao nascer, representado pelo pedaço de DNA, e com três bolinhas que dizem feminina, masculina e outros/ intersexo. A atração sexual, representada pelo coração laranja, e a atração romântica estão nas duas últimas linhas e as suas setas dizem feminilidade, masculinidade e nenhuma/ outra expressão. Fonte da imagem: http://www.transstudent.org/gender.

Como nós podemos ver na imagem, temos três partes relacionadas ao gênero: identidade, expressão e sexo designado ao nascer. Vamos do começo.

Identidade de gênero é, basicamente, o gênero da pessoa. Ela pode se identificar como um homem trans, uma pessoa não-binária, uma mulher cis, uma pessoa trans não-binária, etc. A identidade de gênero de alguém diz única e exclusivamente com qual gênero ela escolhe se identificar. É aqui que o não-binário entra, pois é como a pessoa se sente confortável ao se apresentar. Não-binário é uma identidade de gênero, assim como masculino e feminino.

Expressão de gênero é isso mesmo: a forma como alguém se expressa. Essa pessoa pode, ou não, expressar o seu gênero de acordo com as normas da sociedade (exemplo: uma mulher que usa vestido, salto alto, maquiagem e cabelo comprido), mas é óbvio que você também pode se expressar de uma forma além das normas (como um homem que usa vestido, salto alto, maquiagem e cabelo comprido). A expressão de gênero de uma pessoa não diz nada sobre a forma como ela se identifica. Existem pessoas que se vestem de forma neutra e se identificam com um dos gêneros binários, assim como existem pessoas não-binárias que se expressam de forma binária. Expressão de gênero é uma questão de se sentir confortável com a sua aparência.

Sexo designado ao nascer também é bem explícito: o sexo que disseram que você tem quando nasce. Se você não sabia disso ainda, quando você nasce as pessoas olham pra sua genitália e marcar se você é homem, mulher ou intersexo. Se você também não sabe: intersexo é uma condição médica em que a pessoa apresenta gônadas, genitálias e/ ou cromossomos que não se encaixam nos padrões comuns, como por exemplo uma mulher com cromossomos XY e “genitálias femininas”. Aproximadamente 1 em 2000 pessoas nascem intersexo (essa também é aproximadamente o número de pessoas que são ruivas).

  • O que é o não-binário? E por que eu não vejo praticamente nada sobre ele?

Resumidamente, o não-binário é todo o espectro de gêneros que não se encaixam única e eclusivamente com homem ou mulher. Isso significa que pessoas não-binárias tem um gênero que vai além do, bem, binário: a mulher e o homem.

E nós não vemos quase nada sobre ele pelo mesmo motivo que muita gente ainda não sabe sobre pan ou assexualidade: a falta de informação geral. Você não pode ver sobre algo quando não sabe que ele existe (ou quando as pessoas decidem não falar sobre ele).

  • O que é gênero fluido? E agênero? Afinal, quantos gêneros não-binário existem?

Vamos responder essa de trás pra frente.

Primeiro: existem vários gêneros fora do binário. Além desses dois, temos, por exemplo, bigênero, genderqueer e demigirl/ demiboy (algo como semi-menina/ semi-menino). Existem vários outros; esses são só alguns dos possíveis termos. E agora um pouco mais sobre esse termos!
Agênero: basicamente, o gênero da pessoa é nulo. Isso significa que a pessoa não se identifica como homem, mulher ou qualquer outro, ela simplesmente não tem um gênero.

Gênero fluido: uma pessoa que se identifica com um gênero diferente dependendo da época. Ela pode se identificar como mulher durante um mês, e na semana seguinte como homem, e 2 dias depois como agênero, ou mulher de novo. O gênero fluido é considerado um gênero não-binário pois pessoas que se identificam assim não apresentam um gênero “fixo”, por assim dizer.

Bigênero: uma pessoa que se identifica com dois, ou mais, gêneros. Ao contrário de pessoas gênero fluido, uma pessoa bigênero se identifica com mais de um gênero, sem a flutuação entre gêneros.

Genderqueer: termo em inglês usado como guarda-chuva pra pessoas não-binárias. Às vezes é usado no lugar do próprio gênero, às vezes é usado como classificação no lugar de não-binário.

  • Qual a relação entre ser trans e não-binário?

Uma pessoa trans é alguém que não se identifica com o gênero designado ao nascer. Ou seja, uma pessoa que os médicos falaram que é mulher, mas na verdade é um homem. Pode ser também, uma pessoa que os médicos falaram que é homem, mas na verdade é agênera. Ou seja, existem pessoas trans que estão dentro do binário e pessoas trans fora do binário.

Porém, nem toda pessoa não-binária se identifica como trans, por uma simples questão de conforto. Às vezes, por mais que um rótulo descreva perfeitamente como a pessoa se sente ele não “encaixa”, e algumas pessoas não-binárias podem querer não usar o termo trans.

  • Todas as pessoas intersexo são não-binárias então?

Não. Algumas pessoas intersexo certamente se identificam como não-binárias, mas assumir que todas elas se identificam assim é pensar pequeno, por assim dizer. Existem muitas pessoas intersexo que se identificam como homem ou mulher.

Aqui tem um vídeo com uma explicação rápida sobre o assunto.

  • Existe alguma relação entre orientação sexual e gênero?

De acordo com a sociedade: toda. Na prática: praticamente nenhuma.

Como eu disse antes, gênero é a forma como a pessoa se sente sobre ela mesma. Ela se sente como uma mulher? Um homem? Nenhum? Ambos? Outros? Isso é gênero. No fim do dia, o gênero de uma pessoa influencia mais em qual rótulo para a orientação sexual ela usará do que por quem ela se sente atraída.

  • Já que orientações como gay e hétero caem dentro do binário, como pessoas não-binárias se identificam?

Bem, basicamente todas as outras. Pessoas não-binárias podem escolher se identificar como bi, pan e ace, por exemplo. Algumas inclusive podem se identificar como gay usando o termo para representar não “o mesmo sexo”, mas simplesmente como “não hétero”, o que é muito comum dentro da comunidade LGBT.

  • Qual a utilidade disso tudo, meu senhor amado???

Bem, talvez você esteja duvidando seu gênero, ou alguém que você conheça esteja, ou talvez você tenha percebido que cada vez mais separar o ser humano em somente X e Y não é mais o suficiente e a gente precisa de um Z, quem sabe um W.

O fato é: gênero é uma questão importante, e é ignorância, pra dizer o mínimo, achar que todas as 9 bilhões de pessoas do mundo vão se encaixar perfeitamente em somente dois deles.

Bem, por hoje é isso o que eu tenho pra falar sobre esse grande mar que é o não-binário! Se você quiser saber mais sobre pessoas intersexo, aqui, aqui e aqui tem algumas fontes sobre o assunto vindo diretamente da comunidade!

Paulo
meus textos | twitter | tumblr
Finge que estuda elétrica e tem menos atenção do que palavras nessa bio. Não sabe gostar de coisas casualmente. Usa lmao o tempo todo.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s