Arroz: a simplicidade carregada de fofura!

Já faz um tempinho que não falamos de quadrinhos aqui no blog, então achei que tava na hora de falar um pouco sobre essa gracinha que eu li há um tempo. Puxa uma cadeira e vem saber um pouco mais sobre Arroz, um quadrinho brasileiro da Ale Presser.

Sem Título-3

Quando estava decidindo o que escreveria pro meu palê dessa semana, fiquei com certa dúvida do que escolher, porém, tive uma luz em forma de tweet. Vi alguém no twitter comentando sobre o HQMIX, que para quem não sabe é uma premiação brasileira de quadrinhos e lembrei logo que a lista de indicados saiu mês passado e que entre os títulos, concorrendo nas categorias “Publicação Independente de Autor” e “Publicação Independente Edição Única”, estava Arroz, da Ale Presser. Então, é sobre essa obra que tô aqui para falar um pouco hoje!

Arroz conta a história de Melina, essa jovem que tem uma rotina, amigos e uma vida comum que não pode reclamar, mas ela se acha meio arroz – aquela coisa no prato que não faz lá tanta diferença e nem faria tanta falta assim. Quando Melina conhece, entre as estantes da livraria em que trabalha, Amanda, o caminho das duas se cruzam, trazendo mudanças pra suas vidas.

O quadrinho é curto, não chega nem a ter 90 páginas, mas a história de Melina e Amanda acaba te conquistando logo de cara. Seja pelo traço delicado ou pela forma deliciosa com que Melina carrega a narrativa, não demora muito pra que as personagens cresçam em seu coração. Amanda tem uma personalidade extrovertida, uma relação interessante com sua família, um belo sorriso e é uma ótima amiga, enquanto Melina é mais introvertida, amante de livros e, honestamente, uma das personagens com quem mais tive facilidade de me relacionar nessa vida.

 

Sem Título-9

 

Os motivos principais que me levaram a ler o quadrinho (e eu não tinha lido nada sobre ele antes) foram: a fofura da arte e ver uma mulher negra na capa. Amamos representatividade aqui no Pavê (kd a novidade?) e eu particularmente sinto meu coração bem quentinho quando vejo mulheres negras na ficção (ainda mais quando tá na capa de algo, mas isso é uma conversa pra outro momento), então eu me joguei em Arroz assim que pude. Confesso que comecei a ler achando que leria uma história sobre um casal LGBT+, e embora uma das personagens realmente não seja hétero, esse quadrinho não conta uma história de amor romântico.

Acho que acabei criando essa expectativa pela capa (afinal, não sabia muito mais sobre a história e não vi ela sendo promovida com essa vibe) e não diria que se trata de um queerbating (claro, minha opinião), mas acho importante deixar claro pra vocês que essa história não é sobre um romance entre Melina e AmandaArroz fala de amor e sobre almas gêmeas, mas o que rodeia desde o princípio a narrativa é a amizade entre essas duas jovens que mal se conheciam e já se consideravam pakas. É bonito ver ficção trabalhando a amizade entre duas mulheres e como isso faz a diferença na vida de cada uma delas.

Simples e fofíssima, Arroz entrega muito bem sua mensagem nas suas poucas páginas e deixa você sorrindo no final da leitura, quase morrendo com tanta coisa gracinha que lê nessa HQ. Uma história sobre reconhecimento, mudanças, amizades e aceitação. Não tem como não ter vontade de ler, né não?

Sem Título-14

O quadrinho foi publicado de forma independente e você pode comprar ele por aqui ou ainda ler no Social Comics. Corre pra conferir essa história!

 

Sol
meus textos | twitter | skoob | goodreads | filmow
Escritora de histórias bregas e especialista em procrastinação. Apaixonada por cultura pop, acredita que toda história tem potencial pra ser uma boa comédia romântica e tá sempre pronta pra indicar uns chás.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s