Fazendo Ana Paz: sobre a formação de um personagem

Você sendo ou não escritor é sempre interessante ler sobre o processo criativo de outros autores. Entender melhor como aquela pessoa desenvolve e elabora suas histórias e personagens acaba sendo uma jornada que para nós, amantes dos livros, incrível de ser percorrida. Hoje vamos falar um pouquinho sobre a obra Fazendo Ana Paz, da Lydia Bojunga, que trata justamente disso.

Sem Título-2

Lygia Bojunga é uma escritora brasileira bastante consagrada por seu trabalho com a literatura infanto-juvenil. Obras como O sofá estampado e A bolsa amarela configuram a lista de escritos da autora, e Lygia também possui importantes prêmios como o Prêmio Hans Christian Andersen e o Prémio Jabuti. Dizer o quanto é interessante conhecer o processo criativo de uma autora como essa é até desnecessário, mas ver a forma com que a autora escolheu para abordar esse assunto em Fazendo Ana Paz vai te fazer sorrir do começo ao fim.

Publicado em 1991, Fazendo Ana Paz traz a própria Lygia como narradora e, apesar de ter tudo para ser um livro de não ficção, seu conteúdo tem uma narrativa com um quê fictício, o que torna a leitura ainda mais intrigante. Lygia nos conta como essa personagem, Ana Paz, entrou em sua vida e começou a aparecer em todos os momentos, fazendo exigências e exigindo atenção. Ao decorrer da leitura vamos, junto com a narradora, conhecendo mais sobre Ana Paz e vendo sua personalidade ser construída.

É muito bonito ver a forma que Lygia escolheu para escrever sobre como um personagem é elaborado. Claro que nem todos os autores vão ter o mesmo processo criativo da autora, mas é interessante mesmo assim ver a forma que ela descreve a invasão de Ana Paz em sua vida. A personagem acaba se tornando real e é descrita como uma presença constante na vida da Lygia, que, por sua vez, de autora e narradora, acaba tomando também o lugar de personagem em Fazendo Ana Paz. Lygia não falha em mostrar como pode ser adorável e frustrante ter sua mente recebendo visitas constantes de seus personagens, expondo uma caminhada longa com que muitos autores podem se identificar.

O livro é curto, mas mesmo assim ficamos presos desde o começo. É bem difícil não ler sobre o personagem do Pai de Ana Paz, por exemplo, e não tentar, assim como a narradora, descobrir que tipo de pai ele seria; ou, assim como Ana Paz no sonho da escritora, exigir que ele se faça presente. Acompanhar a narradora em sua busca pelos ingredientes perfeitos para construção de sua personagem, acabam inserindo o leitor também nesse processo, despertando a curiosidade – que é sempre um dos maiores motivadores de qualquer leitor – e estimulando a mente para podermos construir junto com a narradora essa personagem misteriosa.

Fazendo Ana Paz é um texto bastante subjetivo e trabalha com a imaginação do próprio leitor, quebrando um pressuposto da “verdade empírica” e de uma interpretação matemática de um texto literário, mostrando ao leitor como a ficção é construída nas lacunas, preenchida com a imaginação à medida que o texto se desenrola. Em Fazendo Ana Paz, não é só a autora que vira personagem, já que o leitor acaba se sentindo como elemento ativo dessa história.

A escrita de Lygia é fluída e antes que você perceba, já vai ter acabado o livro e estar querendo conhecer mais do trabalho da autora, querendo conhecer alguns dos personagens que ela cita em Fazendo Ana Paz. Então que tal dar uma chance pra essa obra cativante?

Sol
meus textos | twitter | skoob | goodreads | filmow
Escritora de histórias bregas e especialista em procrastinação. Apaixonada por cultura pop, acredita que toda história tem potencial pra ser uma boa comédia romântica e tá sempre pronta pra indicar uns chás.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s