Assim na Terra Como No Inferno: um caça-tesouro de terror

O filme sobre o qual vim falar hoje no Pavê Trevoso não é um laçamento nem nada do tipo. O longa estreou em 2014, dirigido pelo John Erick Dowdle, e eu nunca tive lá muita vontade de ver, mas olha… Ainda bem que decidi dar uma chance pra Assim Na Terra Como No Inferno. E vim aqui hoje pra tentar fazer vocês fazerem o mesmo!

Sem Título-2

Então, história pessoal rápida: eu assistia filmes de terror que nem uma louca quando era mais nova, até que eu enjoei, e hoje em dia, apesar de ainda gostar muito do gênero, só vejo uns ou outros (e quando tô muito no clima). Meu irmão, por outro lado, morria de medo até uns anos atrás e só recentemente que ele virou o louco do terror e assiste QUALQUER COISA que aparece na frente dele. Qualquer coisa mesmo, é tanto lixo que ele assiste, zero filtros, fico chocada. Por isso quando ele mandou eu assistir Assim Na Terra Como No Inferno, eu tava com o pé atrás achando que não seria um bom filme. E não é que eu tive que dar o braço a torcer?

Assim Na Terra Como No Inferno é um found footage (“filmagem encontrada”, aqueles filmes documentários estilo A Bruxa de Blair e Atividade Paranormal) sobre a Scarlett, uma historiadora, química, poliglota e provavelmente a pessoa mais topzera que você vai conhecer no mundo acadêmico. Ela, assim como seu pai antes dela, está em busca da pedra filosofal e, aparentemente, descobriu uma pista nova que com certeza vai levá-la até a pedra. Daí ela vai atrás de um amigo (shippo muito), George, e ainda junta um grupinho bacana de uns jovens franceses que vão guiar ela pelas tumbas subterrâneas nas quais ela precisa entrar. E tudo isso sempre sendo filmado pelas lentes de Benji, um jovem que tá gravando um documentário sobre a busca da Scarlett. Tá formado o grupinho e isso, como você pode esperar, com certeza vai dar ruim.

Sem Título-5.png

O que eu mais gostei em Assim Na Terra Como No Inferno é como em uma hora de filme (o que é mais da metade) a gente assiste mais um filme sobre caça-tesouro do que um de terror. Os elementos de terror tão ali, tem tensão, tem umas coisas meio loucas e obscuras acontecendo, mas é basicamente um filme deles indo atrás da pedra e coisas esquisitas acontecendo no caminho. Eu AMO filmes sobre caça-tesouros, então isso foi um plus ótimo pra mim. Eu até entendo que essa mistura de dois gêneros pode irritar, mas eu achei bastante interessante como, pra essa história, coube muito bem a escolha.

E apesar de Assim Na Terra Como No Inferno não pesar muito na parte terror no seu começo, é bastante angustiante assistir ao longa. Se você for claustrofóbique, fica aqui meu enorme aviso de gatilhos, porque tem muitas cenas (e algumas delas bem longas) que deixam a gente sentindo a agonia dos personagens que tão descendo cada vez mais baixo (tão baixo que, né, como diz o nome do filme, VÃO LITERALMENTE ATÉ O INFERNO).

Sem Título-5.png

Eu também gostei muito como o filme, apesar de ser found footage, tem uma imagem bem limpa e até bastante clara pra cenas subterrâneas. Não acho que isso chega a tirar o aspecto de documentário do filme e ainda é maravilhoso pra você de fato ver o que tá acontecendo em boa qualidade. As atuações também são maravilhosas, o que ajuda bastante a criar essa sensação de realidade.

Tá certo que found footage é um troço que nem sempre agrada, inclusive eu nem sou muito fã do gênero não (principalmente porque fico tonta assistindo as câmeras mexendo pra lá e pra cá), mas eu adorei Assim Na Terra Como No Inferno mesmo assim! Não  chega a ter nada muito inovador no filme, mas ele te prende do início ao fim, te deixando realmente interessada sobre aquela história. E eu meio que não consigo imaginar esse filme sendo executado de outra forma que não fosse pelas câmeras do Benji.

O final podia ser melhor, é verdade. As coisas foram meio corridas e se o filme tivesse uns minutos a mais já seria maravilhoso, mas isso não chegou a estragar toda a experiência positiva que eu tive com Assim Na Terra Como No Inferno. É um filme muito bom que trabalha muito bem os seus elementos.

Então, por mais que me doa dizer isso, meu irmão estava certo. Assim Na Terra Como No Inferno é um excelente filme e que merece ser assistido nesse mês trevoso. O longa ainda tá disponível na Netflix! Corre lá pra conferir e depois vem nos dizer o que achou!

 

Sol
meus textos | twitter | skoob | goodreads | filmow
Escritora de histórias bregas e especialista em procrastinação. Apaixonada por cultura pop, acredita que toda história tem potencial pra ser uma boa comédia romântica e tá sempre pronta pra indicar uns chás.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s