Um conto de natal que não é O Conto de Natal!

Chegou dezembro e com ele, é claro: as indicações natalinas! Se você gosta do natal (ou ao menos, das histórias que se passam no natal) e também gosta de histórias, provavelmente você deve ter ao menos uma pequena vontade de ler, assistir ou simplesmente descobrir alguma história nova sobre o natal.

Quem nunca ouviu falar do clássico de Dickens, Um Conto (ou Uma Canção) de Natal? E os filmes bregas de natal (porém que amamos) da Sessão da Tarde? E o especial de natal do Roberto Carlos que mesmo que você não assista, sabe que não pode faltar. Foi nessa onda natalina que eu me peguei procurando novos títulos natalinos para ler/assistir ano passado (inclusive esse ano também) e foi assim que acabei descobrindo O presente dos magos.

PRESENTE102-3.jpg

Nesse post – com um título nada mais nada menos que horrível assim como a própria piada do pavê do fim de ano – vim trazer um conto com aquela cara de clássico que vem nos relembrar sobre o verdadeiro significado do natal e o que faz essa época tão mágica: tempo de celebrar o amor, renovar as esperanças, se doar e estar com aqueles que amamos.

Escrito por O. Henry, pseudônimo de William Sidney Porter, esse conto tem cara de clássico porque ele é! Publicado pela primeira vez em 1906, essa edição da Cosac Naify de 2004 é traduzida por Heloisa Seixas e faz parte da coleção de contos estrangeiros Dedinho de prosa. 

Apesar de ser incluída na seção de literatura infanto-juvenil (ainda mais pelo tamanho do livro e ser ilustrado) eu não diria que esse conto (ou essa edição) se encaixa na tal seção. A linguagem é simples e gostosa de se ler – daquelas histórias que alguém pega para ler em voz alta e várias pessoas sentam para ouvir, porque tem esse ritmo de narrativa fluído e de história-para-ser-contada. A história em si, está muito mais próxima de jovens adultos e adultos, do que de fato uma criança leitora.

PRESENTE4-2.jpg

Em O presente dos magos, conhecemos a história de um jovem casal, o qual se encontra numa situação financeira difícil, em plena véspera de Natal na Nova York de início do século XX. O desejo de natal, de Della e Jim é presentear um ao outro.

Acompanhamos a história inicialmente pela perspectiva de Della e seu anseio para presentear seu amado e o seu desespero, visto que possuía apenas um dólar e oitenta centavos. Della resolve sacrificar seu bem mais precioso para poder comprar um presente de natal de qualidade para o marido. Ela volta para o apartamento simples, animada, prepara a mesa e espera ansiosa e apreensiva por Jim. O mesmo chega, também tendo feito o que pode para conseguir um presente à altura de seu amor por Della. No fim das contas, nada acontece da forma que eles esperavam, mas o conto termina com os dois se abraçando e contemplando a noite de natal – com uma pequena ceia à sua espera.

Não vou falar mais que isso, porque a história tem pouco menos que 20 páginas – e olha que o livro é comprido e grande, além de ser recheado de ilustrações que às vezes ocupam um pouco mais que uma página. Então mais um pio e a mágica do natal se perde, visto que ela está presente nas pequenas surpresas desse conto.

PRESENTE3-2.jpg

Outro grande destaque além da própria história, é como essa edição é maravilhosa, além de super natalina. As ilustrações são de aquarela e foram feitas por Odilon Moraes. Em tons quentes de vermelho, marrom, creme e um pouco de verde, elas não só são um prato cheio para os olhos, como também complementam a história muito bem. Sem elas, o conto não seria a mesma coisa. Quando o narrador apresenta Della e o pequeno apartamento, somos apresentados ao apartamento visualmente também – e as ilustrações do apartamento vão mudando com o passar do dia e dos acontecimentos, sempre mantendo a mesma linguagem de pintura realística com toque de aquarela.

Devo dizer que as ilustrações de personagens e dos próprios protagonistas não são o forte do conjunto todo. As cenas em que o foco era o personagem ilustrado até perdeu um pouco de brilho, por não funcionar tão bem no estilo do artista quanto as cenas ricas em paisagem. Porém, as cenas de cenários cotidianos da rua movimentada de Nova York no Natal e as cenas dentro do apartamento não decepcionam. Elas são ricas em detalhes, trazem aconchego e enchem a história com a vibe natalina a cada página virada.

PRESENTE1-2

Por fim, O presente dos magos faz uma brincadeira com a ideia de troca de presentes e como essa tradição diz muito sobre o natal. Sua origem é pelos Reis Magos. Pode ser algo supérfluo para muitos, mas pode fazer o dia de alguém um pouco mais feliz. Trazer esperança. Um gesto de carinho para quem você ama. E para quem você não conhece também. E com isso, várias adversidades, lembrando também o quanto podemos ser surpreendidos por aqueles que amamos. E acho que essa foi a pegada do conto. As ilustrações da rua em clima natalino transmitiram bem essa sensação quentinha, mas mais ainda, as ilustrações dentro do apartamento acompanhando o jovem casal, junto com as surpresas que um fez ao outro, trazem o significado do natal e com ele aquele quentinho no coração também.

Não só é uma bela história e uma bela edição e tem toda essa temática natalina e de presente, como também seria um ótimo presente para aqueles que amam o Natal e anseiam por histórias que se passam nessa época e trazem um pouco dessa mágica. É super curtinho e se você tiver a oportunidade de ler, espero que faça o seu Natal um pouco mais alegre (e esse post também). Até a próxima!

 

fotobio27 Lari
meus textos | twitter | goodreads | filmow Designer gráfica, artista visual, ilustradora e aspirante a quadrinista. Faz dancinhas aleatórias pra tudo. Canta músicas icônicas da MPB para seus personagens preferidos como declaração de amor. Grita como forma de expressão.

 

Anúncios

Um comentário sobre “Um conto de natal que não é O Conto de Natal!

  1. Pingback: 3 filmes de Natal para te encher de amorzinho | Pavê

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s