5 sitcoms que você deveria começar a ver agora mesmo

maxresdefault-9

No post de hoje, trazemos a vocês o mundo das sitcoms. O universo da cultura pop é bastante vasto e, apesar de ser composto, em sua maioria, por obras de fantasia e ficção, também é bom termos um pé na realidade. Pensando nisso,  realizamos uma seleção com cinco títulos do gênero, atuais ou não, que recomendamos para dar boas risadas.

Sitom é um gênero de séries de televisão que significa “situation comedy” ou comédia de situção, em tradução livre. É um termo empregado dentro da cultura pop para designar séries que contem com um núcleo de personagens relativamente comuns, em situações que se assemelhem ao nosso cotidiano, como local de trabalho, família, amigos, etc., mas com altos toques de humor.

São compostas por episódios rápidos que possuem no máximo 22 minutos de duração, diferentemente do que estamos acostumados em ver em demais séries, que duram, em sua maioria, cerca de 40 minutos. Surgiu em meados dos anos 1940 no Reino Unido, quando estreou a primeira sitcom da qual se tem notícia, Pinwright’s Progress.

Provavelmente você já tenha ouvido falar de clássicos como Um Maluco no Pedaço, Eu, a Patroa e as Crianças, Todo Mundo Odeia o ChrisFriends, That ’70s Show e Freaks and Geeks ­− sitcoms clássicas que vêm conquistando grande público mesmo depois de finalizadas. Mais recentemente, podemos adicionar a esse grupo The Big Bang Theory e How I Met Your Mother. Na lista que trouxemos abaixo, você vai poder conferir cinco indicações de sitcoms que nós aqui do blog acompanhamos e adoramos. Confira:

1 – Brooklyn Nine-Nine
brooklyn-nine-nine-netflix-streaming
Certamente uma das melhores séries de comédia da atualidade, Brooklyn Nine-Nine acompanha as vidas de 7 detetives da polícia, retratando o dia-a-dia e as diversas situações cômicas que enfrentam. A sitcom gira em torno de Jake Peralta (Andy Samberg), o talentoso e despreocupado detetive do 99º distrito do Brooklyn que, junto ao seu grupo eclético de colegas, lidava com um capitão relaxado no escritório. Tudo muda quando o novo e cronicamente tenso capitão Ray Holt (Andre Braugher) chega à delegacia disposto a fazer com que esse grupo disfuncional de detetives se torne o que há de melhor no Brooklyn. Além de render cenas hilárias, de quebra a série ainda trata de assuntos sérios, como o racismo, a homofobia e o machismo, com sutileza. A série também é maravilhosa no sentido de que não estereotipa nenhum dos personagens do elenco principal, que conta com três mulheres ­− todas com personalidades muito distintas entre si, e a amizade delas é explorada ao longo da série ­−, sendo duas delas latinas, assim como um personagem gay e outro personagem que é afeminado (mostrando como não há nada de errado nisso).

2 – The Office (US)
the office

The Office já foi finalizada e apresenta um formato um pouco diferente: o de pseudodocumentário, isto é, a trama se passa como se fosse um documentário, com os personagens interagindo diretamente com a câmera ­− e consequentemente com os telespectadores também. É uma adaptação da versão do Reino Unido, que é tão famosa quanto. A série mostra o cotidiano de um escritório em Scranton, na Pensilvânia, filial da empresa fictícia Dunder Mifflin, do ramo de suprimento de papel. Michael Scott (Steve Carell) é um patrão insensível, porém que se preocupa com o bem estar de seus empregados. Ao longo da série, são construídas as personalidades de todos eles, destacando suas diferenças e particularidades. The Office (US) teve 9 temporadas e foi encerrada em 2012.

3 – Community
Community

Com um elenco quase tão diverso quanto o de Brooklyn Nine-Nine, Community é centrada no personagem de Jeff Winger (Joel McHale), um advogado que voltou à universidade após ter seu diploma considerado inválido. O seriado se foca nas experiências de Jeff na fictícia Universidade Comunitária de Greendale e nas pessoas que conhece lá. Ele sente uma paixão óbvia por Britta Perry (Gillian Jacobs), uma aluna tentando colocar sua vida de volta nos trilhos, e recebe perplexas lições de vida de Pierce Hawthorne (Chevy Chase), um idoso magnata.

Os outros membros do grupo de estudo de espanhol de Jeff são Abed Nadir (Danny Pudi), um estudante de cinema muçulmano, Shirley Bennett (Yvette Nicole Brown), uma mãe recentemente divorciada frequentando a faculdade pela primeira vez, Troy Barnes (Donald Glover), ex-quarterback no ensino médio, e Annie Edison (Alison Brie), uma nerd certinha que tem uma paixão não-correspondida por Troy desde o colegial. Outros personagens recorrentes incluem o desequilibrado professor de espanhol Señor Ben Chang (Ken Jeong), o professor de psicologia Ian Duncan (John Oliver), a quem Jeff havia representado por dirigir embriagado, e o oprimido Reitor Pelton (Jim Rash), que quer desesperadamente que sua instituição seja reconhecida como uma universidade de verdade e utiliza de métodos extenuantes e excessivos para parecer politicamente correto. Assim como em Brooklyn Nine-Nine, a série também trata sutilmente de assuntos como o racismo e a xenofobia, abordando esses temas de maneira consciente sem deixar o enredo tão sério. Community foi finalizada em 2015 e possui um total de 6 temporadas.

4 – Modern Family
modern_family_serie_tv

Talvez você já tenha ouvido falar dessa sitcom, uma das mais assistidas ao redor do mundo. Modern Family, do mesmo modo que The Office (US), também é filmada no formato documentário. A série foca-se nos relacionamentos entre uma família liderada por Jay Pritchett (Ed O’Neill), que após divorciar-se, casou-se com Gloria Delgado (Sofia Vergara), mãe do pré-adolescente Manny Delgado (Rico Rodriguez). O pai da família tem dificuldade em adaptá-la à chegada de novas pessoas. Enquanto isso, Gloria lida com o machismo, a xenofobia e com a adolescência do filho, o atípico Manny. Enquanto Luke (Nolan Gould), Alex (Ariel Winter) e Haley (Sarah Hyland) se preocupam com questões típicas da juventude, Manny é um rapaz romântico, poético e intelectual. A filha de Jay, Claire Dunphy (Julie Bowen) e o esposo , Phil (Ty Burrell), pais de Haley, Alex e Luke preocupam-se com o estresse cotidiano, com a escola, o trabalho e a rebeldia e o filho Mitchell (Jesse Tyler), casado com Cameron (Eric Stonestreet) vivem situações humorísticas diariamente. A série aborda diversos pontos das famílias atuais, como a homoafetividade, a adoção e o divórcio.

5 – BoJack Horseman
o-BOJACK-facebook

A única animação da lista de hoje, BoJack Horseman é um desenho adulto que não apenas trata de temas bastante maduros como também o faz através do humor nonsense e críticas ao mundo das celebridades. O personagem principal, Bojack (Will Arnett), é um sujeito metade humano e metade cavalo, alcoólatra e ator que lida com a depressão. Devido ao seu estado e vício em bebidas, ele tem dificuldade para arranjar trabalho e voltar a se destacar como fazia na sitcom fictícia que o tornou mundialmente famoso, Horsin’ Around. A série realiza sátiras e faz piadas ácidas a Hollywood e ao universo das celebridades, bem como utiliza-se de representações dos chamados “ídolos”, mostrando como são tão humanos e falhos como qualquer um de nós. No início da trama, Bojack planeja um triunfal retorno à relevância de celebridade com uma biografia, que conta tudo que ele dita para sua ghostwriter, Diane Nguyen (Alison Brie). BoJack também tem de lidar com as demandas da Princesa Carolyn (Amy Seradis), sua agente; Todd (Aaron Paul), seu colega folgado e o Sr. Peanutbutter (Paul F. Tompkins), um cão de uma sitcom dos anos 90 com uma premissa semelhante ao Horsin’ Around.

E você, já assisitiu essas séries? É fã de alguma? Deixe a sua opinião nos comentários!

Beatriz
meus textos | tumblr | goodreads | instagram
Contadora de histórias que sonha em viajar o mundo e estudante de Direito no resto do tempo. Viciada em séries e em pesquisar sobre mitologia.

 

Anúncios

Um comentário sobre “5 sitcoms que você deveria começar a ver agora mesmo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s