3 programas de variedade para ver na Netflix

Quase se fala em Netflix todo mundo automaticamente pensa em séries e filmes, e então outros conteúdos acabam se perdendo em meio a tudo que é disponibilizado no serviço de streaming. Por isso, decidi fazer esse post sobre algo que amo assistir e que preenche boa parte da minha lista da Netflix: programas de variedade sul-coreanos.

variety

[#PraCegoVer: Na esquerda, um pôster mostrando o nome em hangul do programa ‘Abnormal Summit’ e o seu elenco; no centro, o pôster mostrando nome e os integrantes do programa ‘Homens com Missão’; e a direita, um poster mostrando nome e elenco do programa ‘Chef & My Fridge’.] 

Os programas de variedade são aqueles que misturam vários formatos — é meio talk show, pode ter jogos e esquetes, às vezes tem culinária e às vezes tem matérias no maior estilo jornal. Uma coisa é garantida, você vai se divertir muito assistindo.

Continuar lendo

Os encantos e lágrimas em O Rei do Show

O filme O Rei do Show (ou The Greatest Showman), dirigido por Michael Gracey, é daqueles exemplos perfeitos da possibilidade de se deliciar com algo quando suas expectativas estão baixas. Ao ver o trailer da obra, esperava que iria me divertir com o estilo musical e uma história cheia daqueles clichês melodramáticos feitos para nos obrigar a chorar. Eu realmente tive o que esperava, mas ainda mais.

A história é baseada na vida de P. T. Barnum, que ficou conhecido por apresentar ao seu público coisas inusitadas, fossem pessoas consideradas “excêntricas” ou “bizarras”, fosse um fóssil de um gigante. Também pode-se atribuir a ele a existência do circo moderno. Muitas vezes as curiosidades apresentadas por Barnum eram meras ilusões, o que não impedia que as pessoas se divertissem e fossem entretidas, debate que é citado diversas vezes durante o filme.

https://static.vix.com/pt/sites/default/files/styles/large/public/r/rei-do-show-filme-1217-1400x800-4_0.jpg?itok=J-7eXiRN

Continuar lendo

Quando me descobri negra: a delicadeza bruta de um relato sincero

É sempre muito bom encontrar leituras que acabam sendo importante para nós e nos ajudam a enxergar o mundo de outra forma. É sempre ótimo ler aquelas passagens que te deixam pensando “nossa, isso é tão eu!”. Foi essa sensação maravilhosa que eu tive enquanto lia Quando me descobri negra, esse livro lindo da Bianca Santana, do qual vamos falar um pouquinho hoje!

Sem Título-1

Continuar lendo