Pantera Negra: quando as expectativas são ultrapassadas

 

Semana passada tivemos a estreia do mais novo filme da Marvel e, não importa se estávamos animados para assistir, acho que ninguém estava preparada para o quanto esse filme foi impactante. Vamos conversar um pouco sobre Pantera Negra?

Sem Título-2

Quase na porta da próxima reunião dos Vingadores em Guerra Infinita, mais uma grande produção do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU), o estúdio trouxe aos cinemas o primeiro filme solo de Pantera Negra, o primeiro protagonista negro desse universo que tivemos a oportunidade de ver na telona. O filme, dirigido por Ryan Coogler (Fruitvale Station: A Última Parada e Creed: Nascido para Lutar, claramente tem Michael B. Jordan como muso), acabou sendo um sucesso e já bateu recordes de bilheteria em sua primeira semana.

O filme conta a história de T’Challa, um príncipe voltando para o seu reino, Wakanda, na África, para ser coroado rei após a morte de seu pai, T’Chaka (o que a gente viu acontecer em Capitão América: Guerra Civil quando o T’Challa tava pistola indo atrás do culpado). Preocupado em como vai ser reinar sem o pai ao seu lado, mas pronto para assumir esse papel pelo seu povo, T’Challa acaba enfrentando em seu caminho várias adversidades que tornam sua jornada ao trono bastante atribulada.

Sem Título-4.png

Eu vou começar dizendo que já fazia um tempo que eu tava cansada de ver filmes de heróis, sendo que antes eu era apaixonada e ficava animada com cada novidade da MCU (menos quando o assunto era certos heróis que eu odeio, mas não quero citar nomes aqui). Depois de algumas decepções e de sentir que nenhum outro filme faria algo tão bom quanto Capitão América: Soldado Invernal, eu desisti de filmes de herói. Até continuei assistindo, mas nunca criava nenhuma expectativa. E foi por isso que demorou um pouco pra eu cair na animação que tava contagiando todo mundo com as notícias de Pantera Negra. Claro que eu tava muito feliz de ser um herói negro, mas também fiquei com vinte mil pés atrás por tudo que sinto pela MCU num geral hoje em dia. E mesmo com toda minha relutância, chegou um momento que eu não resisti e tava totalmente gritando alto e louca pra ver o filme.

Acho que o sucesso de Pantera Negra já começa com o ÁLBUM MARAVILHOSO do filme que foi um dos presentes mais lindo que o Kendrick Lamar deu pra gente. Todas as músicas são maravilhosas e eu ainda não consegui parar de ouvir. Isso sem falar no clipe LINDÍSSIMO da música All The Stars, eu morro cinco vezes toda vez que eu assisto. A hype estava tão grande que até o Emicida liberou uma música inspirada no herói. Resumindo: não tinha como não ficar animada com Pantera Negra.

O melhor de tudo? A expectativa não decepcionou e me arrisco a dizer que até mesmo foi superada.

Eu meio que odeio quando dizem “além de representatividade, tal filme é bom por vários motivos”. Representatividade é algo importante e que não precisa ser um motivo separado pra que um filme seja bom. Na verdade, eu acho que em muitos casos é justamente a diversidade e novos olhares que fazem uma obra se tornar melhor. E é isso que eu vi acontecer em Patera Negra.

Com um elenco majoritariamente negro (tem dois personagens brancos importantes, no meio de muuuuitos não brancos) e tendo como plano de fundo um país africano, Pantera Negra traz o protagonismo negro de uma forma que ainda não tínhamos visto nos filmes de herói (e muitos outros filmes de Hollywood).  Isso não só na escolha de elenco, nesse filme temos negros roteirizando, dirigindo e participando da produção geral do longa. Todo o cuidado que tiveram na escolha dos figurinos e na caracterização de cada tribo de Wakanda é uma das coisas mais lindas que já se viu em filmes comerciais como esses da Marvel.

Pantera Negra traz um desenvolvimento de personagens maravilhoso, desenrola sua narrativa num ritmo ótimo e de um jeito agradável, traz ótimas atuações e um enredo envolvente. Na minha opinião, o conteúdo de maior qualidade da MCU.  E eu acredito sim que tudo isso não acontece “apesar” de sua diversidade, mas “por causa” dela. Levando em consideração que temos atores interpretando papéis que muitas vezes são privados de viverem e contando histórias que constantemente são esquecidas, não podemos negar a importância da representatividade negra dentro desse filme da Marvel. Isso sem contar que a questão racial atravessa o filme a todo momento e é uma das engrenagens que movimenta o conflito principal. É esse novo olhar que foi permitido no longa que traz uma sensação renovadora pra Pantera Negra e nos dá esperanças de ter mais filmes de heróis como esse.

Sem Título-5.png

Uma das coisas mais interessante em Pantera Negra é que mesmo que o centro do filme seja o T’Challa, eu acho que quem é a verdadeira protagonista da narrativa é Wakanda. Não me entenda errado, eu amei conhecer mais do T’Challa, toda sua admiração pelas mulheres em sua vida, seus ideais e o amor que ele tem por sua família e seu reino. T’Challa é meu rei do começo ao fim. Eu só acho que durante todo o filme a questão principal sempre é Wakanda e todas as decisões são tomadas por causa do reino. A tensão principal de Pantera Negra é justamente sobre questões políticas em Wakanda (e sua relação com o resto do mundo, mas sim, Wakanda). Não é atoa que todo mundo (o público negro, em especial) sai do cinema querendo que Wakanda seja um lugar real e procurando passagens pra chegar até lá. A mistura de tradição e tecnologia, junto com todo o amor que vemos os personagens nutrirem por aquele cantinho de mundo, tornam o país importante também pra quem tá assistindo ao filme.

Outro presente especial que recebemos com Pantera Negra são suas personagens femininas. Okoye, a general, Shuri, a irmã cientista, Ramonda, a rainha-mãe, e Nakia, a espiã humanitária, são personagens com pesos enormes dentro da narrativa e que são devidamente celebradas por T’Challa. Com diferentes personalidades e tendo cada uma um papel especial dentro de Wakanda, o elenco feminino de Pantera Negra não decepciona nenhum pouco. Sem querer trazer comparações (ok, meio que eu quero sim, rs), mas em qual outro filme da MCU vemos tantas mulheres como vimos nesse filme? Quantas outras personagens foram permitidas ter o conhecimento de Shuri, a coragem de Nakia, a força de Ramonda e a inteligência de Okoye? É gratificante ver personagens assim, mulheres que com certeza serão (e já estão sendo) exemplos pra milhares de garotinhas no mundo, principalmente garotinhas negras.

Sem Título-1.png

É bastante difícil falar sobre esse filme. Eu – como todas as pessoas negras que conheço ­– fiquei bastante comovida com o que vi, com toda a representatividade que encheu meu coração de alegria. Pantera Negra é o filme que precisávamos e sabíamos a muito tempo que queríamos. Fico feliz que finalmente temos a chance de ter algo assim em nossas vidas.

Se você nunca viu nada da Marvel e não se interessa por heróis, peço que vá ao cinema dar uma chance ao filme mesmo assim. O longa tem uma abordagem bastante diferente de outros filmes do gênero e pode muito bem ser consumido como um produto isolado do resto da MCU. Esse é outro ponto bastante interessante: apesar de claramente se passar no mesmo universo, introduzir personagens que já conhecíamos e ter um enredo que se encaixa perfeitamente com o futuro da MCU, Pantera Negra é um filme único e com força suficiente para se sustentar sozinho dentro de um universo de gigantes. Fui ao cinema com amigas que nunca tinham visto nada da Marvel e mesmo assim elas amaram muito o filme, então deixo aqui o pedido pra que você dê uma chance pra essa obra prima.

Já assistiu Pantera Negra? Conta pra gente o que achou! E se ainda não viu, não perde mais tempo e vai ver! Wakanda forever!

Sol
meus textos | twitter | skoob | goodreads | filmow
Escritora de histórias bregas e especialista em procrastinação. Apaixonada por cultura pop, acredita que toda história tem potencial pra ser uma boa comédia romântica e tá sempre pronta pra indicar uns chás.

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s