#desafiopave: As Lendas de Dandara

A categoria do livro de abril era “uma biografia” e eu posso ou não ter roubado um pouquinho quando indiquei As Lendas de Dandara, afinal, esse livro não é exatamente uma biografia da guerreira, pois tem aquele toque de ficção por todo lado. Mas, bem, todo mundo concordou que esse seria um livro interessante pra ler, ainda mais pelo pouco que sabemos e estudamos sobre Dandara, então esse acabou sendo o livro escolhido para o Desafio Pavê desse mês!

Untitled-8

Continuar lendo

#desafiopavê: As Águas-Vivas Não Sabem de Si

Como já dito antes em outro post, esse ano lançamos o #DesafioPavê. Baseado em nossas escolhas de leitura para cada mês, resenhamos e discutimos as obras selecionadas, e vamos comentar aqui no Pavê também. O post de hoje é sobre o livro de ficção científica As Águas-Vivas Não Sabem de Si, da Aline Valek.

Quero começar dizendo que o livro foi uma surpresa para mim. E uma surpresa muito agradável mesmo. A escrita da Aline é surpreendente e me trouxe a mesma sensação de estar perto do oceano, como se estivesse reproduzindo o próprio movimento das ondas – o infinito leva e traz, a calma e ao mesmo tempo, o poder do mar.

capa

Continuar lendo

#desafiopave: Universo Desconstruído

Iniciando os posts do #desafiopave, a nossa listinha deliciosa de leitura que apresentamos anteriormente, o texto de hoje é uma resenha do livro Universo Desconstruído – Ficção Científica Feminista.

Organizada por Aline Valek e Lady Sybylla, escritoras brasileiras, e publicada em 2013, a premissa dessa obra é encantadora: reunir contos escritos por autoras e autores brasileiros cujo teor seja de ficção científica e vá contra os padrões opressores estabelecidos na sociedade, reproduzidos no gênero de forma massiva. Como as próprias organizadoras apresentam: “Queremos […] quebrar dois estigmas extremamente negativos: que mulheres não sabem escrever ficção científica e que feminismo é um movimento que quer destruir o gênero masculino. Nosso objetivo principal é a quebra dos estereótipos negativos que recaem sobre as mulheres, englobando também gays, lésbicas, trans*, pessoas negras e homens. ” De tirar o fôlego, hein?

Continuar lendo