5 motivos para amar Cinderella (1997)!

Todo mundo deve conhecer a história da Cinderela. Um clássico dos clássicos né. É um dos contos de fada que mais tem adaptações cinematográficas, tanto da forma clássica como em releitura moderna. Mas você conhece o Cinderella de 1997?

Descobri esse filme de ouro graças à miga Lorrane e desde que soube da existência dele, não paro de pensar a respeito. É um filme da Disney feito para televisão, então só não é O FILMAÇO que poderia ser por ter um orçamento muito menor do que grandes produções e consequentemente, pouca distribuição também. Mas isso não impede o filme de ser completamente encantador como uma boa história de conto de fadas é.

Bom, essa foto de capa de post sozinha é motivo o suficiente para amar a existência desse filme. Olha essa foto!!! Mas vou falar um pouco sobre esse filme e porque ele é tão incrível. Caso você tenha oportunidade de assisti-lo um dia, por favor, nunca te pedi nada!

Brandy-Cinderella Continuar lendo

Ella Enfeitiçada: um reconto de Cinderela direto dos anos 90

Nos últimos anos, a Disney começou a fazer remakes de seus filmes mais famosos – seja com novas perspectivas, como em Malévola (2014), ou apenas adicionando pequenos detalhes aqui e ali, como em A Bela e a Fera (2017). Mas a responsável pelos filmes que povoaram a infância de tanta gente não é a única que gosta de pegar histórias clássicas e recria-las. O post de hoje, na verdade, é exatamente sobre uma versão diferentona, mas nem por isso menos incrível, de Cinderela, a pessoa mais gentil e bondosa que você há de encontrar por aí.

Ella Enfeitiçada, da Gail Carson Levine, foi originalmente publicado em 1997 – e posteriormente traduzido pela Adriana Figueiredo e publicado aqui no Brasil pela editora Rocco. A história acompanha a vida de Ella desde seu nascimento – quando, ainda bebê, a menina recebe uma benção de uma fada bem intencionada. O único problema? A tal benção não é nada mais, nada menos, que o dom da obediência. Ao ver o bebê chorar sem parar, logo depois de nascer, a fada Lucinda resolve ajudar os pais e concede a dádiva a criança, sem realmente pensar nas consequências.

ella enfeitiçada Continuar lendo