The Path: as dores e perdas de amadurecer

The Path 1

Na Sexta Livre de hoje trazemos mais um post do universo dos games e mais uma coisinha especial: um convidado escrevendo sobre! Joris veio trazer um pouco das suas impressões sobre o jogo The Path, para que trilhassemos juntos essa jornada.

Enfrentar pela primeira vez o significado da morte. Levar “rasteiras” de pessoas que confiávamos e resolvem nos trair. Lidar verdadeiramente com o sexo, com o qual apenas enxergávamos sob uma aura misteriosa e ao mesmo tempo atraente. Descobrir que há coisas terríveis sobre nós mesmo, características que não gostaríamos de possuir. Tantas e tantas experiências que nos traumatizam. E nos fazem crescer.

Crescer é aterrorizante.

Crescer significa questionar o que os seus pais, familiares e professores te ensinam que é certo desde que você é pequeno. Crescer significa também saber que as respostas estão a nosso alcance, apenas esperando para serem descobertas, mas para que façamos isso, nós precisamos sair da Trilha.

Precisamos sair do caminho que nos ensinam ser o mais seguro e correto para explorar os lugares estranhos e misteriosos, onde se escondem sentimentos e desejos novos. O ato de explorá-los é assustador e desorientador, mas nós precisamos fazer isso porque se continuarmos na Trilha e nunca explorarmos a floresta escura e estes sentimentos, nós jamais saberemos nada sobre a vida e sobre nós mesmos.  Viveremos uma mera projeção da Trilha que traçaram para nós.

Continuar lendo

Oscar 2017: Apostas e comentários

Essa é talvez uma das melhores temporadas de premiações em anos, com excelentes títulos a nível técnico e artístico, além de temáticas importantes serem abordadas. Filmes que questionam o que é a humanidade, como funciona a religiosidade e qual a capacidade humana de lidar com traumas figuram entre os indicados, além de longas sobre tensões raciais, violência policial, sistema capitalista americano e discriminação. Ao lado disso, vemos também uma excelente qualidade de produção, em filmes com incríveis cinematografias e edições louváveis. Deixando as categorias principais para o final, farei breves comentários sobre cada categoria da premiação cinematográfica de maior destaque, com minhas apostas para cada categoria.

sem-titulo

Continuar lendo

As Violetas de Março

 São raras as vezes que nos acontece de um livro simplesmente cair no nosso colo, e que quando começamos a lê-lo, se torna um dos melhores livros que já lemos. E comigo foi assim. Ele literalmente veio até mim por destino. Ganhei por um sorteio de um blog literário e assim que o recebi, comecei a ler e não parei mais. Estou falando de As Violetas de Março de Sarah Jio.