Harriet A Espiã, Nancy Drew o quê? Aqui é Irene Lee, rapá!

 

irene lee

Tamanho nem sempre é documento. E quantidade não quer dizer qualidade. E muitas vezes, um bom curta pode ser tão bom quanto (ou até mais) um longa metragem. Hoje trago um curta que é a prova disso, uma história encantadora, com produção impecável e de encher os olhos, com protagonista leste-asiática-americana e com roteiro e direção também. Com vocês, Irene Lee, Girl Detective, dirigido e roteirizado por Yulin Kuang.

Falando de um tipo de filme bem específico e voltado para o público infanto-juvenil, você com certeza já deve ter visto algum assim: crianças protagonistas (brancas) vivendo altas aventuras no seu jardim, sua vizinhança, num dia forte de sol ou até mesmo em casa, sozinhas ou com uma trupe de amigos. Tem inúmeros filmes assim tipo Sessão da Tarde e você deve conhecer pelo menos um – ou vários, porque sério, tem muitos. E ainda assim, é muito difícil encontrar um filme com protagonista mirim não branco, numa narrativa leve, divertida e cheia de aventuras, podendo ser o centro da história ao invés das meninas brancas que vendem limonada na esquina.  Continuar lendo