It Follows: terror indie em sua melhor forma

it-follows

No Pavê Trevoso de hoje eu vim recomendar um filme de terror diferentão que assisti esses tempos. It Follows, ou em português, Corrente do Mal, é um filme de 2014 que saiu em uma produção indie e acabou ganhando grande destaque e até concorreu na categoria melhor filme de terror no Saturn Awards do ano passado.

A premissa do filme é bem simples: quando a personagem principal, Jay, dorme com o cara que está saindo pela primeira vez, uma estranha criatura que pode ter a cara de qualquer pessoa começa a persegui-la.

Continuar lendo

Wynonna Earp: demônios, maldições e romance

Se você anda pelo maravilhoso reino do Tumblr com certeza já deve ter esbarrado com ao menos um gif de Wynonna Earp. A série faz bastante sucesso lá na gringa, apesar de aqui ainda ser meio desconhecida. E é por isso que vamos te apresentar à maravilha que é essa produção do canal Syfy.

Wynonna-Earp-Melanie-Scrofano

[Descrição da imagem: Wynonna olha para a frente com uma arma apontada na direção da câmera.]

Continuar lendo

Misery: Quando a fandom vai longe demais

misery

É uma verdade universal reconhecida que um jovem em busca de algo de terror para ler inevitavelmente vai acabar na sessão de Stephen King.

Comecei a ler King com O Iluminado e depois Carrie. São dois de seus melhores livros, com certeza, e grandes clássicos perpetuados através das telonas. Contudo, nenhum dos dois conseguiu evocar dentro de mim a sensação que eu buscava nessas histórias — o medo mais profundo, aquela sensação de inquietação dentro de si.

Mas até hoje, o único livro de Stephen King que me intimidou de verdade foi Misery. Continuar lendo

As aves assassinas de Hitchcock em Os Pássaros (Parece que o jogo virou, queridinha!)

Muitos conhecem o aclamado Psicose, de Alfred Hitchcock, um grande clássico do terror e o longa mais famoso do diretor. No entanto, venho aqui falar de aves atacando pessoas furiosamente e deixando vários rastros de sangue por onde passam. Isso mesmo, com vocês: Os Pássaros!

medidaspave_thebirds

A história começa quando Melanie Daniels (Tippi Hedren), encontra com Mitch Brenner, um homem que quer comprar um par de lovebirds ou agapornis (como conhecidos aqui no Brasil) para o aniversário de sua irmã caçula, em uma loja de aves em São Francisco. Ele reconhece Melanie de um encontro anterior, mas ela não se lembra dele, então, como uma brincadeira, ele finge confundi-la com uma vendedora e ela cai na pegadinha: por educação, o atende como se fosse uma funcionária do local. Ela mostra a loja e os tipos de aves totalmente atrapalhada e insegura (afinal ela não trabalha ali nem é especialista em aves, não é mesmo?) não sabe dizer bem os nomes, nem responder as milhares de perguntas que ele faz e quase perde um canário ao tentar vendê-lo para Mitch em troca dos lovebirds (já que esses não possuíam na loja). Mitch faz um trocadilho quando pega o passarinho que Melanie deixou escapar dizendo o nome dela e então, ela percebe o que aconteceu e acorda pra vida.  “Como fui trouxa” – pensou Melanie – “Mas não me permitirei ser feita de trouxa outra vez”.

Continuar lendo