BoJack Horseman: vida adulta e o preço da fama

Algum tempo atrás, publiquei um post (você pode conferir aqui) com cinco indicações de sitcoms que nós do blog vimos e recomendamos. Dentre essas indicações, uma série em específico está entre minhas favoritas: Bojack Horseman.

Já tem uns meses que estava querendo escrever sobre essa série aqui no Pavê, desde que terminei de assistir todos os episódios disponíveis. Mas por se tratar de uma obra sobre a qual pretendia realizar uma reflexão mais aprofundada, resolvi esperar pelo momento certo. E ele finalmente chegou através dessa Sexta Livre. Então vem com a gente conhecer um pouco mais sobre o mundo dos desenhos adultos e acompanhar essa resenha detalhada!

bojack-s34_Fotor
Continuar lendo

5 sitcoms que você deveria começar a ver agora mesmo

maxresdefault-9

No post de hoje, trazemos a vocês o mundo das sitcoms. O universo da cultura pop é bastante vasto e, apesar de ser composto, em sua maioria, por obras de fantasia e ficção, também é bom termos um pé na realidade. Pensando nisso,  realizamos uma seleção com cinco títulos do gênero, atuais ou não, que recomendamos para dar boas risadas.

Sitom é um gênero de séries de televisão que significa “situation comedy” ou comédia de situção, em tradução livre. É um termo empregado dentro da cultura pop para designar séries que contem com um núcleo de personagens relativamente comuns, em situações que se assemelhem ao nosso cotidiano, como local de trabalho, família, amigos, etc., mas com altos toques de humor.
Continuar lendo

3 motivos para assistir Andi Mack, a nova série da Disney: de protagonistas asiáticas, drama familiar cativante à quebra de estereótipos

Como começar esse post a não ser falando que eu não sei o que dizer, apenas sentir?

andimack_ok

Hoje eu venho aqui falar um pouco sobre Andi Mack, da Disney Channel, e introduzir um pouco dessa série maravilhosa e promissora para vocês. Pode parecer um pouco estranho eu vir aqui indicar uma série da Disney, que certamente é voltada para um público mais jovem e tem uma linguagem diferente de séries da Netflix, Freeform, CW, Fox e tantas outras. Mas essa é uma série que vale a pena falar sobre, divulgar e faço com um sorriso no rosto e de coração aquecido.

Vamos começar dizendo que Andi Mack é uma série criada por Terry Minsky, o mesmo criador de Lizzie McGuire, a série pré adolescente que tinha Hilary Duff como protagonista. Lizzie McGuire fez um baita sucesso, tanto que teve até filme (já passou na ilustre Sessão da Tarde e no Corujão também). Mas esse post não é sobre ela.

Andi Mack é um spin-off de Lizzie McGuire, eles disseram. Mas a verdade é que Andi Mack tem vida e voz própria. A única coisa em comum que Andi tem com Lizzie é que ambas possuem o mesmo criador e ambas são séries teens de comédia com uma protagonista, de inicialmente, por volta dos 13 anos. Andi Mack, no entanto, está muito longe de ser uma continuação da série teen da menina loira de 13 anos e seus dramas adolescentes. Pois Andi é uma menina de 13 anos, de ascendência asiática, em uma família birracial e não convencional. É isso mesmo que você leu. O que significa que o elenco é bem diversificado e a série entrou para a lista das pequenas séries de famílias asiáticas-americanas que vem ganhando seu espaço (mesmo que ainda pequeno) na grande Hollywood (que ainda é muito branca, convenhamos).

Continuar lendo

Santa Clarita Diet: dieta excêntrica acompanhada de muito humor

santa-clarita-diet2

Uma das produções recentes do canal de streaming Netflix, lançada no dia 3 de fevereiro deste ano, Santa Clarita Diet tem causado um grande burburinho por aí nos últimos dias. Tudo porque a empresa resolveu investir em algo pelo qual ninguém esperava — uma mistura inusitada de série de comédia com zumbis. Não, você não leu errado. A sitcom, aquela série engraçada e curtinha que você assiste para se distrair e, claro, gargalhar após um dia estressante, ganhou um tom sombrio e até macabro ao se mesclar com uma das figuras mais icônicas do terror: zumbis.

Não é a primeira vez que ocorre uma coisa do tipo no mundo do entretenimento. O gênero cinematográfico “comédia zumbi” é pioneiro no assunto e consta com diversos filmes de sucesso, tal qual Zumbilândia (2009). Também não é raro, no próprio mundo das séries, se deparar com zumbis que não parecem estar mortos. No seriado francês Les Revenants, por exemplo, pessoas que já morreram começam a ressuscitar misteriosamente e retornam como se nunca nem tivessem partido.

No entanto, realmente, dentro de uma única série, jamais se havia visto zumbis e comédia lado a lado, tratando-se de uma enorme inovação. E será que uma junção de sitcom e mortos-vivos poderia dar certo?
Continuar lendo

As mulheres da família Alvarez vão te convencer a ver One Day At A Time

odaat

Eu sou daquele tipo de pessoa que adora séries, mas tem bastante dificuldade (leia-se: preguiça) em acompanhá-las — especialmente aquelas de 40 minutos. Por isso, eu costumo ver mais comédias, que são mais curtinhas, leves e fáceis de assistir. As minhas favoritas atualmente são Brooklyn Nine Nine e Fresh off The Boat, mas como essas são séries que eu preciso baixar pra assistir e meu computador anda bem ruinzinho pra isso, ando dependendo muito da Netflix. E o mês de janeiro me trouxe uma série perfeita pra ver nas férias, daquelas que te fazem relaxar, rir muito e chorar um pouquinho (ou talvez muito, se você for trouxa como eu), mas de emoção e felicidade. Essa série é One Day At A Time, original da Netflix baseada na série homônima que foi ao ar nos Estados Unidos entre 1975 e 1984. Em comum com a série original, temos uma mãe solteira de dois filhos como protagonista. A versão da Netflix, no entanto, tem um diferencial: a família que acompanhamos tem origem cubana, e Penélope Alvarez (Justina Machado) tem a companhia não só dos filhos Elena (Isabella Gomez) e Alex (Marcel Ruiz), como também da mãe, Lydia Riera (Rita Moreno), e a presença dessas representantes de três gerações de mulheres latinas, uma das quais veio para os EUA como imigrante, é o que torna a sitcom tão especial.

Continuar lendo

Uma Série de Desventuras e Desgraças

No ano passado, a Netflix fez um anúncio que causou certo rebuliço no mundo dos leitores: uma nova série de TV baseada nos livros Desventuras em Série, de Lemony Snicket. A série de livros, parte de muitas infâncias dos jovens que buscavam alguma coisa para ler enquanto esperavam pelo próximo Harry Potter, fez muito sucesso no mundo afora por uma razão: é uma série de desgraças alheias.

A Series Of Unfortunate Events

Não, não estou falando de pequenas desgraças como perder o ônibus logo de manhã, sua mãe cobrar o troco do mercado ou o mar levar seu chinelo embora quando a maré sobe. Estamos falando da vida dos pobres órfãos Baudelaire, cujos pais morreram em um incêndio e então são obrigados a ir morar com uma série de tutores imprestáveis e fugir de um vilão nefasto. Nefasto nesse contexto quer dizer maldoso, hediondo, repugnante e que cujos disfarces e vilanias são execráveis.

Se você está procurando uma recomendação de algo feliz, cheio de unicórnios e crianças alegres, vá ler outra coisa. Você foi avisado.

Continuar lendo

Black Mirror e as consequências da tecnologia sem limites

black-mirror2

[Descrição da imagem em destaque: Logotipo da série.]

A essa altura, com certeza você já deve ter ouvido falar sobre o famoso seriado Black Mirror. Seja no facebook, twitter, instagram ou qualquer outra rede social: certamente tem alguém que sempre irá mencioná-lo. Um dos maiores sucessos da atualidade, após seis episódios e um especial aclamados mundialmente pelos seus telespectadores e por críticos, foi resgatado pelo serviço de streaming Netflix, que produziu sua mais recente temporada, com os seus criadores originais.

A sua chegada à Netflix acabou tornando o seriado ainda mais popular, trazendo outros seis novos episódios que se consagraram em meio a um público gigantesco e que vem aumentando a cada dia que passa. Surgiu, inclusive, o meme “cara, isso é muito black mirror” (ou algo do tipo) para se referir a uma coisa que faça qualquer alusão cômica, direta ou indiretamente, à sua temática.

Porém, se você ainda não chegou a conferir a tão falada série e deseja saber mais sobre ela antes de começar a assistir, se aproxime, pois este post é para você.

Continuar lendo