BoJack Horseman: vida adulta e o preço da fama

Algum tempo atrás, publiquei um post (você pode conferir aqui) com cinco indicações de sitcoms que nós do blog vimos e recomendamos. Dentre essas indicações, uma série em específico está entre minhas favoritas: Bojack Horseman.

Já tem uns meses que estava querendo escrever sobre essa série aqui no Pavê, desde que terminei de assistir todos os episódios disponíveis. Mas por se tratar de uma obra sobre a qual pretendia realizar uma reflexão mais aprofundada, resolvi esperar pelo momento certo. E ele finalmente chegou através dessa Sexta Livre. Então vem com a gente conhecer um pouco mais sobre o mundo dos desenhos adultos e acompanhar essa resenha detalhada!

bojack-s34_Fotor
Continuar lendo

5 sitcoms que você deveria começar a ver agora mesmo

maxresdefault-9

No post de hoje, trazemos a vocês o mundo das sitcoms. O universo da cultura pop é bastante vasto e, apesar de ser composto, em sua maioria, por obras de fantasia e ficção, também é bom termos um pé na realidade. Pensando nisso,  realizamos uma seleção com cinco títulos do gênero, atuais ou não, que recomendamos para dar boas risadas.

Sitom é um gênero de séries de televisão que significa “situation comedy” ou comédia de situção, em tradução livre. É um termo empregado dentro da cultura pop para designar séries que contem com um núcleo de personagens relativamente comuns, em situações que se assemelhem ao nosso cotidiano, como local de trabalho, família, amigos, etc., mas com altos toques de humor.
Continuar lendo

A Trilogia Grisha: ‘young adult’ com uma nova perspectiva

Ao longo da existência do blog, já falamos várias vezes sobre livros do gênero YA, lançados recentemente ou não. Um dos gêneros que nós da equipe mais gostamos, tem sido bastante explorando na literatura mundial nos últimos anos, com muitas obras que, inclusive, chegamos a resenhar por aqui.

No post de hoje, mais uma vez trago uma recomendação de livros sobre fantasia – um dos meus gêneros favoritos de todos os tempos – e como a série A Trilogia Grisha, de Leigh Bardugo, apresenta uma perspectiva diferente do gênero young adult, fazendo parte de um movimento que traz mudanças significativas para a construção de histórias e seus respectivos personagens. Vem com a gente explorar esse universo fascinante!

007
Continuar lendo

Frankenstein, a primeira obra do gênero literário ficção científica

005

[Descrição da imagem: Uma pilha de dois livros com a coletânea com as obras Frankenstein, O Médico e o Monstro e Drácula, da editora Martin Claret; acima, edição de Frankenstein da editora Zahar e um crânio decorativo.]

Nada melhor do que trazer ao nosso Pavê Trevoso um dos maiores e mais tradicionais nomes do terror mundial. Por isso, no post de hoje, refletimos sobre Frankenstein, sua importância não apenas para a literatura mundial como também para a cultura pop e, principalmente, te introduzimos aos seus primórdios. Vem com a gente explorar o famoso conto!
Continuar lendo

10 livros incríveis para você conhecer a cultura steampunk

steampunk

[Descrição da imagem em destaque: Ilustração digital em tons terrosos de uma cidade steampunk semelhante a Londres, com construções referenciando um cenário futurista.]

Faz algum tempo que venho querendo escrever mais posts sobre ficção científica e fantasia aqui para o blog, especialmente palês com muitas recomendações literárias dentro desses dois temas. Além de dois gêneros altamente presentes na cultura pop, se não os principais, a ficção científica e a fantasia trazem consigo submundos extraordinários que integram seus universos.

Entretanto, esses subgêneros chegam até  a ser pouco reconhecidos, já que nem sempre recebem na cultura pop o mesmo nível de atenção que conteúdos mainstream (algo comercializado com um imenso sucesso). É o caso do steampunk, gênero do qual tive conhecimento através de autores como Mary Shelley e Júlio Verne e sobre o qual falaremos nesse post. Vem com a gente descobrir essa cultura!
Continuar lendo

7 livros de contos de fantasia simplesmente fantásticos

7 livros de contos

[Descrição da imagem: Montagem na qual as capas dos livros “Depois do Fim” e “Excalibur”, da editora Draco e “Piratas”, da editora Cata-Vento, respectivamente, aparecem lado a lado.]

Dragões. Magos. Batalhas épicas. Viagens do tempo. Piratas navegando os sete mares. São vários os elementos épicos que caracterizam uma obra como fantasia, qualquer seja a forma na qual ela se apresente. A fantasia, embora já bastante consagrada nas artes, tem sido cada vez mais explorada e popular na cultura pop através de filmes, jogos, livros e séries que empregam a presença da ficção em seus enredos para atrair o público.

Não à toa que faz grande sucesso: às vezes tudo o que precisamos é de uma válvula de escape momentânea antes de enfrentar a dura realidade. A partir da fantasia, estimulamos nossa criatividade, despertamos nosso subconsciente, e recebemos toda a inspiração necessária para divagar, muitas vezes por terras e tempos distantes ou futurísticos, realizando uma imersão completa no fundo do nosso imaginário. Também se trata de algo inerente ao ser humano, manifestando-se com os sonhos.
Continuar lendo

Pavê Mix: Piratas

Pirate skull banner wallpaper 2560x1440

[Descrição da imagem: Mostra a Jolly Roger (bandeira pirata) de Calico Jack, um crânio acima de duas espadas cruzadas, sobre um fundo escuro e com aspecto envelhecido.]

Não muito tempo atrás, tive a oportunidade de resenhar aqui no blog o livro A Canção de Aquiles – e aproveitei para também comentar brevemente a respeito do meu interesse por História e mitologias. Antes disso, houve meu primeiro post no Pavê, sobre os irmãos Grimm e meu amor por contos-de-fadas. Porém o que não falei na época é que, de tanto pesquisar e estudar História e estar em contato com contos-de-fadas, acabei desenvolvendo uma preferência por um assunto específico: piratas.

Continuar lendo