O melhor mockumentary sobre vampiros que você respeita: O Que Fazemos nas Sombras

what we do in the shadows

Seguindo a minha deixa de falar sobre Taika Waititi sempre que possível, o post de hoje é justamente sobre meu filme favorito do diretor neozelandês – O Que Fazemos nas Sombras! Eu já falei rapidamente sobre ele aqui no blog, em um post de filmes com lobisomens para o nosso saudoso Pavê Trevoso, mas só agora o filme saiu no catálogo da Netflix Brasil e eu não podia deixar a chance passar, né não?

Se você não lembra quem é Taika Waititi, vai aqui uma recapitulação: Diretor, escritor, ator e comediante da Nova Zelândia, Taika recentemente dirigiu Thor: Ragnarok (a culpa do cabelinho curto do deus nórdico é dele, mas a gente releva), seu primeiro grande trabalho em Hollywood, e foi responsável pelo curta Civil War: Team Thor no universo cinematográfico da Marvel. Mas, até chegar onde está, Taika dirigiu alguns outros filmes. Boy e A Incrível Aventura de Rick Baker até mesmo já apareceram aqui no blog (porque aparentemente eu não sei ficar quieta quando o assunto é Waititi)! Continuar lendo

Os lobisomens do cinema contemporâneo

lobisomes

Cresci indo visitar minha tia nos feriados e finais de semana. Morando em outra cidade, na roça, ela sempre tinha uma história ou outra sobre o cemitério local, causos de onça e corpos secos – uma criatura típica do interior. Apesar do medo, eu curtia ouvir os contos e sempre me animava quando outra pessoa tinha uma nova história para contar – nem que fosse para dar risada da situação toda. Mas a história mudava um pouco de figura quando a gente tinha que ir da Igreja pra casa dela no escuro, à luz de lanternas com pouca pilha, ou quando eu acordava no meio da noite, deitada na cama de baixo da beliche, e ouvia os cachorros correndo e uivando do lado de fora da casa.

Nessas horas, uma só palavra passava pela minha cabeça: Lobisomem. Continuar lendo